{Design} Cadeira Bertoia

Eu não assisto novela (juro), mas me falaram que as cadeiras da cozinha da “Tereza Cristina” estão fazendo o maior sucesso! Então aproveitei pra fazer um post sobre elas, que são um daqueles clássicos do design não-dá-pra-não-amar.

Tereza Cristina e sua cozinha preta e cinza

from squidoo

Nossa protagonista, a Cadeira Bertoia, ou Bertoia Side Chair.

Design de Harry Bertoia, para Knoll em 1952.

Harry Bertoia, italiano que imigrou para os Estados Unidos ainda jovem, além de arquiteto e designer, foi escultor. Trabalhou principalmente com metal e se inspirava muito na natureza. Seus móveis são basicamente esculturas feitas para sustentar o corpo humano. De seus experimentos com metal surgiu a linha de cadeiras que são sua obra-prima.

Se você olhar para estas cadeiras, elas são feitas basicamente de ar, como esculturas. Espaços passam por ela.

- Harry Bertoia.

Além da cadeira a linha conta com outras peças:

from http://www.squidoo.com

Bertoia Bar Stool (Banqueta de Bar)

Bertoia Diamond Chair (em formato de diamante)

Bertoia Asymmetric Chaise (Chaise Assimétrica)

Bertoia Bird Lounge Chair and Ottoman (Poltrona em formato de pássaro e pufe)

Criador e Criatura

Lindas de morrer! Esta última poltrona, que não é tão comum de ver por aí, me surpreendeu, achei super elegante.

E como um bom clássico, todas elas ficam bem em praticamente qualquer ambiente e combinam com praticamente tudo! Cozinha, quarto, sala, escritório e até jardim…

Com almofada no assento ou capa estofada fica mais confortável. Até nossos amigos de quatro patas pelo visto também gostam…

Talvez não dê para sentar por longas horas, mas acho que sem nada é quando ela fica mais linda, tão leve, quase transparente. Como disse o próprio autor, parece feita de ar.

Você usaria na sua casa? Qual modelo é seu preferido?

Comentários via Facebook

Comentários via Facebook

8 thoughts on “{Design} Cadeira Bertoia

  1. Milly Furquim

    Adorei o post! Eu adoro as histórias por trás dos objetos de decoração ou de móveis, que como estes para mim se destacam quase como objetos de decoração mesmo ^^
    Um móvel mega estiloso que adoro é a poltrone Mole, criada por Sérgio Rodrigues. Eu a conheci em um especial que mostrou a casa da Regina Casé, não sei se viu, mas é uma série bem a sua cara: http://gnt.globo.com/casabrasileira/noticias/Regina-Case-abre-as-portas-de-seu-lar-no-primeiro-episodio-do–Casa-Brasileira-.shtml bjossss

    1. isabelaherbetta

      Também adoro as histórias por trás dos objetos e obras de arte! Valoriza ainda mais o que já gostamos…
      Mais uma curiosidade que acabei não colocando no post, é que o Bertoia foi amigo e contemporâneo de designers como Eero Saarinen, Charles Eames, entre outros.. Olha essa foto que legal: http://pinterest.com/pin/193373377719978617/
      Os móveis do Sérgio Rodrigues são mesmo incríveis, uma vez apareceu uma poltrona dele num Home Tour aqui no blog. Mas vou fazer posts específicos sobre os móveis dele. Esta série do GNT é ótima!
      Bjs!

  2. Raquel Lemos Amaro

    Oi Isabela, tua maior carcterística: preservar as histórias por trás dos objetos e das obras de arte! Adoro aprender contigo!
    E a séria da GNT sempre me lembra Isabela. Sou vidrada no programa!
    beijos,
    Raquel

  3. Felipe Bastos

    Isabela, você não tem noção do SORRISO que abri ao ver esse post e saber que as bertoias fazem sucesso na novela. Confesso: minha cadeira preferida. Confesso: são desconfortáveis! Mas eu amo, fazer o quê? Quando se fala de design, principalmente cadeira, é difícil reunir em uma mesma peça forma/estética/conforto – Você acaba priorizando umas mais que as outras – é normal. Eu tive 2 Bertoias cromadas… Tive que vendê-las ao vir para a Itália, acredita? No dia que comprei, não dormi (juro!) – ficava olhando para ela! rs. Enfim… Toda vez que vejo uma abro um sorrisão… Quando chego naquele pátio do MoMA então! Na primeira oportunidade que tiver, recomprarei Bertoias… Não vivo sem. Beijo!

    1. isabelaherbetta

      Suas histórias de “amor ao design” são as mais engraçadas! Mas entendo completamente! O maravilhoso do design é isso, é uma obra de arte feita para ser usada e produzida por muito tempo… Ou seja, a Bertoia está ha 60 anos “emocionando” pessoas no mundo inteiro (uns mais, outros menos, rs.). Obrigada pela visita! Bjs!

Comments are closed.