Tag Archives: Cadeiras

{Design} Cadeira Bertoia

Eu não assisto novela (juro), mas me falaram que as cadeiras da cozinha da “Tereza Cristina” estão fazendo o maior sucesso! Então aproveitei pra fazer um post sobre elas, que são um daqueles clássicos do design não-dá-pra-não-amar.

Tereza Cristina e sua cozinha preta e cinza

from squidoo

Nossa protagonista, a Cadeira Bertoia, ou Bertoia Side Chair.

Design de Harry Bertoia, para Knoll em 1952.

Harry Bertoia, italiano que imigrou para os Estados Unidos ainda jovem, além de arquiteto e designer, foi escultor. Trabalhou principalmente com metal e se inspirava muito na natureza. Seus móveis são basicamente esculturas feitas para sustentar o corpo humano. De seus experimentos com metal surgiu a linha de cadeiras que são sua obra-prima.

Se você olhar para estas cadeiras, elas são feitas basicamente de ar, como esculturas. Espaços passam por ela.

- Harry Bertoia.

Além da cadeira a linha conta com outras peças:

from http://www.squidoo.com

Bertoia Bar Stool (Banqueta de Bar)

Bertoia Diamond Chair (em formato de diamante)

Bertoia Asymmetric Chaise (Chaise Assimétrica)

Bertoia Bird Lounge Chair and Ottoman (Poltrona em formato de pássaro e pufe)

Criador e Criatura

Lindas de morrer! Esta última poltrona, que não é tão comum de ver por aí, me surpreendeu, achei super elegante.

E como um bom clássico, todas elas ficam bem em praticamente qualquer ambiente e combinam com praticamente tudo! Cozinha, quarto, sala, escritório e até jardim…

Com almofada no assento ou capa estofada fica mais confortável. Até nossos amigos de quatro patas pelo visto também gostam…

Talvez não dê para sentar por longas horas, mas acho que sem nada é quando ela fica mais linda, tão leve, quase transparente. Como disse o próprio autor, parece feita de ar.

Você usaria na sua casa? Qual modelo é seu preferido?

{Móveis} Bamboo Chair

Bamboo Chair, ou “Cadeira de Bambú”. Acho o desenho desta cadeira maravilhoso! Ela parece dar um toque especial para qualquer ambiente. Abaixo os modelos do Jonathan Adler, que parece produzir as cadeiras de bambú mais bonitas de todas!

É uma clássico, porém não sei dados precisos sobre “quem” ou “quando” foi projetada. Também é conhecida como “Chippendale Chair” e “Regency Bamboo Chair”, ou seja, com certeza é da época do estilo Regência, que por coincidência a Casa de Valentina fez um post sobre este estilo ontem!

Não é nada fácil de encontrar esta cadeira aqui no Brasil, mas quem visita sites estrangeiros, principalmente americanos, já deve ter visto bastante. A loja do Le Petit Chouchou tinha um exemplar à venda algumas semanas atrás. Mas não conheço outros lugares para comprar, alguém aí conhece?

É um charme! Eu gosto dela sempre assim pintada, nas mais variadas cores, porque não gosto muito do tom natural do bambú, acho difícil dar certo num ambiente. Porém seu design é um coringa, olha só como pode se usada de mil maneiras…

Continue reading

Móveis Clássicos para Área Externa

Fiquei encantada com estas cadeiras da Butzke de design clássico e acabamento em cores e tecidos maravilhosos! Muito charmosas e estilosas…

Ótimas para pontuar com cores e estampas, tanto espaços pequenos como grandes, porque não precisam de nenhum complemento. Podem ser usadas sozinhas que já criam um ótimo ambiente de estar.

Cadeira Preguiçosa em Laca Vermelha com Tecido Carmim Floral

Cadeira Preguiçosa em Laca Azul Caribe e Tecido Azul Folhas

Cadeira Preguiçosa Acabamento Stain e Tecido Grafite Listrado

Dá pra comprar aqui.

Também tem as clássicas Adirondack Chairs inspiradas no design de 1903:

Cadeira Adirondack Colúmbia com Peseira em Verde Demolição

Cadeira Adirondack Colúmbia com Peseira em Laca Preta

Esta preta é minha favorita!

 Tem até as cadeiras de diretor, olha que legal misturando os tecidos…

Móveis bonitos já deixam um ambiente bacana por si só!

Uma ótima semana!

Santa Ceia

Depois das festas de fim de ano, comecei a reparar muito nas salas de jantar. Afinal é lá que acontece o ponto alto da noite, a Ceia! Mas dependendo do ritmo de cada família, durante o resto do ano a sala de jantar pode ficar meio esquecida. Mas acho muito legal quem consegue reunir a família e os amigos em volta da mesa com mais frequência, seja na sala de jantar, de almoço, na cozinha…

É um ambiente meio complicado de decorar, e muitas vezes acaba sendo o “renegado” da casa, aquele que ninguém deu muita atenção na hora de escolher os móvéis, objetos, cores e tudo mais. É comum também que a sala de jantar seja integrada com a sala de estar, e daí o cuidado tem que ser ainda maior, pra não parecer só uma “mesa no canto” ou no meio do caminho.

Ótima pra quem não tem muito espaço. A parede toda serve de apoio para um banco com almofadas, maior que a própria mesa, que é colocada em frente. Deixando bastante espaço livre para circulação.

Continue reading

Cantinho do Saber

Acho que todo mundo precisa ter em Casa um Cantinho do Saber: pode ser escritório, home-office, escrivaninha, mesa-do-computador, sala-de-estudos, atelier, biblioteca… You name it! (só não pode virar cantinho da bagunça! rsrsrs).

Tem quem possa dedicar um cômodo inteiro ao Cantinho do Saber, mas com computadores cada vez menores e mais portáteis,  internet wireless e tudo mais, este espaço pôde ficar cada vez menor, mas nem por isso menos importante! Tudo bem que você pode levar seu computador pra qualquer lugar, mas ele precisa ter uma “casinha” só dele. E você também precisa de um lugar para quando quiser sentar e se concentrar, seja para resolver assuntos do trabalho, da casa, responder e-mails, pagar contas, ler, escrever, se insipirar!

Então vamos lá. Para criar o seu cantinho do saber, você vai precisar de:

Armário: Quase sempre você vai precisar de um lugar para guardar suas coisas no Cantinho do Saber. Livros, Papéis, Materiais… O tamanho pode variar, conforme a necessidade. Estantes, gaveteiros, prateleiras e caixas são algumas das opções para ajudar a deixar sua vida mais organizada. Mesmo que você ache que não tem tanta coisa assim para guardar é bom reservar um espaço porque com o tempo as coisas vão se acumulando e aí já viu.

Parede: Como sempre digo, não vamos esquecer das paredes! Elas são muito importantes. As pessoas acabam se concentrando nos móveis e no piso e esquecem que uma das partes mais visíveis de um ambiente são as paredes. No cantinho do saber elas podem ganhar destaque e servir para demarcar o local com quadros, murais de recados, prateleiras e claro, papel de parede ou tinta! Como em geral as mesas são colocadas de frente para a parede, este se tornará um dos lugares que você mais vai olhar, então ele merece uma atenção ainda mais especial.

Luminária: Uma boa iluminação é essencial para o Cantinho do Saber. E as luminárias de mesa neste caso são as mais indicadas, para que o foco fique bem em cima da área de trabalho. E as luminárias, como sempre, também podem dar aquele toque de charme e modernidade para o local.

Mesa: É o móvel mais importante do ambiente. O tamanho também vai variar conforme o uso, menor se for só para apoiar um laptop por exemplo, ou maior caso você precise de espaço para trabalhar ou estudar. É bom prestar atenção na altura (e toda aquela questão da postura e nível dos olhos enquanto você trabalha) e também nos outros itens que ela irá acomodar como luminária, telefone, porta-lápis, etc…

Cadeira: O segundo móvel mais importante. Existem infinitos tipos e modelos para escolher, dependendo também da necessidade. Se você vai passar muitas horas sentado, ela vai ter que ser super confortável. Se seu home-office faz parte da sua sala de estar, é melhor que ela não tenha tanta cara de escritório e combine com o estilo do ambiente onde está inserida. A cadeira pode determinar o “clima” do escritório com estilos variados (moderninho, retrô, clean…), materiais variados (madeira, metal, tecido…) além de cores e estampas.

Tentei encontrar exemplos com idéias diferentes ou algo de interessante, porque os tipos de Cantinhos são super variados. Tem de tudo, não tem como ninguém dar desculpa que não tem espaço em casa para um Cantinho!

Este Cantinho tem cara de que faz parte da sala de estar, reparem na cadeira como é charmosa e não faz feio em lugar nenhum. Um móvel estreito tipo aparador serve como mesa, o quadro marca o local e traz cor, que aparece também na luminária.

Este já é um cantinho mais espaçoso. Mesa bem rústica, luminárias de teto, cadeira colorida e o toque fica por conta da mistura de estampas em tons neutros no papel de parede.

O móvel antigo, que acomoda os materiais de escritório, ficou com outra cara ao ganhar um novo fundo colorido, contrastando com o ambiente todo branco.

Pra quem precisa de espaço, uma boa opção é a longa bancada que toma toda a parede. Nela você pode acomodar telefone, impressora, computador e até uma segunda estação de trabalho, se houver mais alguém com quem dividir o espaço. O gaveteiro pequeno e solto também é ótimo para guardar coisas e pode mudar de posição facilmente.

E pra quem tem pouco espaço, uma prateleira mais profunda na altura de uma mesa pode ser suficiente para criar seu Cantinho. Acima dela outras prateleiras mais estreitas aumentam o espaço para armazenar tudo que for preciso. E a cadeira pode ficar encostada quando não estiver em uso deixando a passagem livre.

Adoro este tipo de prateleira em formato "caixa". Ela parece fazer uma moldura para os objetos, e você pode dispor quantas quiser e como quiser! Também adorei o piso e paredes escuros contrastando com os móveis brancos e rodapé gigante!

E este móvel parece uma versão aumentada da prateleira "caixa" com divisórias internas. O que dá este efeito é o recuo das prateleiras e gavetas em relação a moldura quadrada do móvel. Ao lado está a bancada em vidro, de visual bem leve. Embaixo dela o fundo falso esconde os fios (que sempre são muitos), um ótimo truque.

A mesa nem sempre precisa estar virada para a parede. Se tiver espaço para circular, também fica ótima virada para o ambiente, interagindo melhor com o restante da casa. Mas veja que nem assim a parede foi esquecida e também tem o seu detalhe.

Babei na cadeira com estampa floral Mademoiselle do Philippe Starck. Objetos de arte se misturam as fotos e outros de valor sentimental. E sentar em frente a uma janela com vista não tem preço.

Olha só o tamanho deste espaço onde foi feito o Cantinho! Super bem aproveitado. O espelho na altura da última prateleira amplia muito visualmente.

Aqui o Cantinho foi parar embaixo da escada. Mais um exemplo de que é só usar a criatividade para criar o seu. Um gaveteiro com rodízios, uma cadeira, prateleiras e pronto.

E seu Cantinho, como é?

Imagens: Eu Decoro, Casa.com.br e LivingEtc.

Simplesmente Starck

Bom, Philippe Starck é demais. Designer francês, um dos mais famosos do mundo, muita gente já deve conhecer. Mas sempre tem ainda mais para descobrir sobre seu trabalho.

Ele já desenhou de tudo, de barco à mouse, passando por espremedor de limão e tênis. As categorias de criação dele incluem mobiliário urbano (postes, semáforos, ponto de ônibus), veículos (carros, barcos, motos), roupas, malas, luminárias, móveis… Não dá nem pra pensar no nível de inteligência que a pessoa tem que ter pra criar todos estes tipos de objetos.

Estas foram só algumas curiosidades pra vocês conhecerem a diversidade do trabalho dele. O que realmente quero mostrar é seu trabalho na área de design de interiores, móveis e luminárias.

Aqui alguns dos seus móveis, a maioria cadeiras. Claro que ele tem outros tipos de móveis também, como camas, mesas, etc… Mas acho que as cadeiras são seu ponto forte!

Acho super admirável o trabalho de Starck no sentido da “democratização do design”. Ele tem a preocupação de que seus objetos possam ser produzidos em larga escala, e com baixo custo. Para isso desenha móveis em plástico e empilháveis por exemplo. Claro que muitos dos móveis assinados por ele são caríssimos e vendidos em lojas exclusivas, mas estes trabalhos servem  como um laboratório para depois serem aplicados em outros projetos, num esquema meio “Robin Hood” segundo ele.

Algumas de suas luminárias:

E por fim, temos os projetos de Arquitetura e Interiores. Ele assina diversos projetos de hotéis (foi praticamente com um projeto seu que surgiu o conceito de “hotel boutique”, hotéis projetados por designers famosos), restaurantes e lojas. Através da empresa de desenvolvimento imobiliário Yoo, da qual Starck é co-fundador e diretor criativo, também participa de diversos projetos residenciais no mundo todo. Já pensou morar num condomínio onde os apartamentos são decorados por Philippe Starck? Quando estava pesquisando o assunto, lí em um blog (agora não lembro qual) se isto não seria o equivalente à comprar roupas de estilistas famosos em lojas de fast-fashion tipo Target, H&M e vamos ao nosso exemplo brasileiro C&A. Eu acho que é bem isso mesmo, e eu acho ótimo! Não me importaria nem um pouco. Mais um exemplo da “democratização do design”.

2000, Hudson Hotel, Nova York (Hotel)

2006, Yoo, Copenhagen (Residências)

2007, Le Lan, Beijing (Restaurante)

Quem quiser ver mais, o site dele é: http://www.starck.com/